Flupp
Ministério da Cultura, BNDES, Governo do Rio de Janeiro
e Secretaria Municipal de Cultura apresentam

Patrick Chamoiseau na FLUPP

A FLUPP 2016 conseguiu algo que almeja desde que a primeira edição do evento aconteceu: trazer o renomado escritor, poeta e dramaturgo francês: Patrick Chamoiseau. Infelizmente, sua obra não está mais disponível no Brasil mas a importância dela é fundamental. É um permanente exercício de afirmação da cultura crioula de seu país, e do mundo como bem demonstrou o ensaio Elogio da Crioulidade. A equipe da FLUPP não mediu esforços para que neste ano ele pudesse estar entre os autores da programação: desde reuniões na França com os editores até insistentes telefonemas enaltecendo a importância da sua presença. A consagração literária do autor ocorreu em 1992, quando ganhou o Prêmio Goncourt com o romance Texaco, livro que tem uma importância em especial para os curadores do evento. Patrick Chamoiseau é um sonho que por fim vai se tornar realidade na Cidade de Deus, neste ano de 2016. Além de inúmeros artigos, Chamoiseau escreveu diversos roteiros para o cineasta Guy Deslauriers, também convidado da FLUPP. O evento acontece no domingo ao lado de Conceição Evaristo, com mediação de Flávia Oliveira. serviço: QUILOMBOS DE PAPEL [TENDA MORANGOS MOFADOS] Domingo, 13 de novembro, às 16h00 Conceição Evaristo e Patrick Chamoiseau Mediadora: Flávia Oliveira A literatura negra é quase sempre sinônimo de resistência. A quase totalidade dos livros produzidos na Diáspora propõe uma arte engajada, que não raro visita diversos períodos da história para mostrar os vínculos entre a escravidão e a complexa situação do negro nas sociedades pós-coloniais.
Compartilhar:

newsletter